GIULIA GHENO

Intus Corpus: do latim, interior corporal.  

“Pararam pra reparar?
Estão ouvindo esse som?
Pulsando seco no ar
Merece nossa atenção.” 

Olhos vendados,  oportuniza  diálogo interior, convida o usuário a se desligar dos ruídos do mundo para viajar pelo interior de seu próprio avesso.  

O bloqueio da imagem externa o leva a sentir a energia etérea que flui pelas suas células e seus diversos tecidos. O espelho é trazido como um presente para que outros indivíduos possam também experienciar essa viagem. Para que sintam suas plaquetas cicatrizando suas emoções, seus glóbulos oxidando ideias e defendendo seus processos infecciosos ainda invisíveis. Processos permitidos devido a medula óssea ativa, tronco de todas as nossas possibilidades metabólicas e transformações íntimas. 

Este é um convite à compreensão de que o corpo fala, o sangue escorre, tecidos se regeneram, a vida acontece de dentro pra fora, através de escolhas, através da percepção pessoal de nosso “intus corpus” físico e emocional, de nosso profundo avesso.   

CATALOGO JOIAS LEILÃO